Coligação “Aqui é Trabalho” visita Videira

Videira – A coligação “Aqui é Trabalho”, liderado pelo candidato a Governador Gelson Merísio, desembarcou em Videira, na noite da última quinta-feira (23), para um encontro macrorregional. Diversas lideranças políticas, apoiadores e simpatizantes de toda a região se fizeram presentes e lotaram o pavilhão de Santa Lúcia. Além de Merísio, estavam presentes os candidatos a vice, João Paulo Kleinubing (Dem), e ao senado, Raimundo Colombo (PSD) e Esperidião Amim (PP).

O prefeito Dorival Carlos Borga, que é do esmo partido que Merísio, o PSD, os recepcionou. Durante o encontro, bastante acalorado, os candidatos se apresentaram e pediram o apoio das lideranças locais, incentivando-as a pedir voto. O discurso principal defendido pela majoritária é que o Estado precisa de um novo rumo, pautado no desenvolvimento e no trabalho. “Peço o voto de todos os amigos desta região, em especial dos videirenses, para que possamos pela primeira vez ter um governador do Oeste eleito”, salientou o candidato a governador.

Merísio assegurou que, se eleito for, o Estado será mais ágil. “Nós vamos extinguir as Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs), vamos tornar o Estado mais ágil, com menos pessoas no administrativo e oferecendo mais serviços. O Estado existe para proteger os desamparados e regular oportunidades e nós pretendemos fazer isso na sua plenitude, com um Estado mais leve e enxuto, focando sempre na resolutividade”, disse durante entrevista ao Jornal A Coluna.

Na área da educação, o candidato a governador assegurou que irá melhorar o salário dos professores e incentivando a formação continuada dos mesmos. Assim, consequentemente melhorará a qualidade de ensino de Santa Catarina. Outro foco apontado por Merísio é aprimorar o Ensino Médio, visando diminuir o êxodo escolar nesta fase.

Já quando a segurança, ele defendeu aumentar o efetivo, com cinco mil policiais a mais convocados da reserva. Pretende investir R$ 2 bilhões em tecnologia no setor. “Daremos absoluta prioridade ao fechamento das fronteiras e a resposta efetiva na segurança pública”.

Quanto a infraestrutura, Merísio defende “Nós vamos primeiramente arrumar o Estado e temos condições de financeiras para fazer obra e pagar. Temos que ter responsabilidade, criatividade e compromisso com aquilo que será feito. Santa Catarina precisa crescer e para isso precisamos investir em infraestrutura”.

A coligação, composta pelos partidos PSD, PP, DEM, PSB, PDT, PRB, PROS, PSC, Solidariedade, Podemos, PRP, PHS e PCdoB. Também participaram do evento os candidatos a deputado Federal Cesar Souza Júnior, João Rodrigues e Hugo Biehl; além dos candidatos a deputado Estadual Natalino Lázare e Rafael Laske (Mamão).

Candidatos ao Senado

Esperidião Amim (PP): “Quero dar minha contribuição para que o país volte a crescer e Santa Catarina tome um caminho correto na gestão, para ter os melhores resultados para nossa gente. Por isso, firmamos esta coligação, que é baseada na unidade. Temos um time que vai dar as melhores respostas para nosso querido Estado”, assegurou.

Amim destacou também que é preciso diminuir a carga tributária do Brasil, “mas isso será uma consequência assim que o país voltar a crescer. Para tanto, é essencial fazer a reforma tributária, dando mais fôlego para o empresário e para o empreendedor, afinal, são eles que geram a riqueza do país”, afirmou.

Raimundo Colombo (PSD): “Para diminuir a carga tributária do Brasil é essencial impor limites e fazer o dever de casa. Por exemplo, quando fui Governador de Santa Catarina nós fizemos a reforma da previdência, nós diminuímos o número de cargos comissionados e fechamos algumas autarquias que não eram bem utilizadas”.

Com a experiência adquirida nos últimos sete anos, enquanto governou o Estado, Colombo destaca que “Santa Catarina merece mais atenção do Governo Federal. E alguns temas são urgentes como a BR-280, a BR-470, a BR-282. Além disso, como senador, defenderei que Santa Catarina, o sétimo Estado que mais arrecada não seja o vigésimo na hora de receber os repasses do governo federal”.

Prod: Josiane Ugolini/ Wilson Guse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *